sexta-feira, 18 de setembro de 2020

Cabeça nas Nuvens, teatro de marionetas


Duas amigas, muito amigas e muito antigas, do tempo do rei D. Manoel I, fartas das mesmas histórias da corte decidem embarcar na primeira nau que encontrassem da frota de Vasco da Gama, mas a tripulação é avisada da intenção das duas fala barato e zarpa para alto mar mais cedo. A carruagem não chega a tempo ao cais e a nau parte, para terras distantes, sem as duas contadoras de histórias.  

Desoladas, as duas choram em coro no cais:

Lá vai a Nau Catrineta 

Que nos esqueceu de levar!

Ouvide agora, meninos,

Uma história de pasmar.

Tânia ClímacoJosefina, e Cátia ReixaBernardete, são professoras de expressões artísticas, trabalham em educação pela arte, há vários anos e também há vários anos que mora na cabeça destas duas amigas um projeto que há muito deseja e pede para nascer! E assim nasce “Cabeça nas nuvens”.

“Cabeça nas nuvens” é um espetáculo de teatro de marionetas dramatizado por duas personagens, Josefina e Bernardete, duas damas da corte do rei D. Manoel I que adoram contar histórias e povoar todas as cabeças com o imaginário infantil dos contos e fábulas de encantar e deixá-las nas nuvens.

Paralelamente Tânia Clímaco é designer, ilustradora de livros infantis e juvenis, professora de cenografia e professora de desenho e pintura, a Cátia Reixa é animadora sociocultural, professora de expressão dramática e teatro.


Cabeça nas nuvens apresenta o teatro de marionetas “A princesa e a ervilha”

Andavam Bernardete e Josefina a observar as bolinhas verdes que boiavam na sopa, com caras de nuvens, cinzentas quando uma princesa lhes contou a sua história: A história da princesa e da ervilha. Uma história para detetar verdadeiras princesas onde o tempo pertence ao mundo da imaginação.

Classificação Etária: Dos 3 aos 10 anos.  

Duração do espetáculo: 40 minutos

Duração do atelier: 30 minutos

Máximo crianças 50 crianças por espetáculo.

Contactos: marionetascabecanasnuvens@gmail.com

facebook: @cabecanasnuvensmarionetas

instagram: marionetascabecanasnuvens

site: taniaclimaco.pt/portfolio/cabeca-nas-nuvens/



quinta-feira, 17 de setembro de 2020

Bom ano letivo 2020 | 2021

Eu e o Sr. Bule desejamos a todos um bom ano letivo, regado de boas energias, ideias, solidariedade, amizade, aprendizagens e saúde.
Sempre com cuidado e responsabilidade, no entanto, não se esqueçam de ser felizes.




quinta-feira, 10 de setembro de 2020

INSCRIÇÕES 2020 | 2021 nas escolas, bibliotecas e outras instituições

workshops
- Pim, pam, pum, carimbo eu, carimbas tu!
- Onde moram as histórias
- Herbanimalário de animais fantásticos
- Cinema de bolso
- Engenheiros Pop-Up
- Como se constrói um livro infantil
- Conversas Ilustradas
- Cianotipia

informações e inscrições
tania_climaco@hotmail.com
designer.tania.climaco@gmail.com

Sinopse, objectivos, fotos e etc e tal no site www.taniaclimaco.pt



sábado, 1 de agosto de 2020

EPÁ! Boas Férias!

O EPÁ! Educação pela Arte deseja a todos uns extraordinários dias de férias!

Dias cheios de descobertas, aventuras, aprendizagens, brincadeiras e descanso.
Desejamos-vos dias felizes!


Até já.


http://www.estufa.pt/epa-educacao-pela-arte



sexta-feira, 31 de julho de 2020

AJUDARIS 2020 | Histórias que fazem a diferença

Este ano ilustrei duas histórias, construídas a várias mãos por crianças, sobre os temas: ecologia | separação do lixo e relação com os animais. 

O meu micro contributo é feito com a esperança que faça diferença na vida de alguém.

 

As minhas ilustrações estão prontas. Os meus colegas ilustradores solidários estarão também por esta altura a ilustrar as histórias da AJUDARIS 2020 que serão publicadas muito em breve.




 

 


 

Histórias da Ajudaris é um projeto fruto de uma vasta rede de sinergias de várias escolas, ilustradores, universidades e surgem na necessidade de incentivar os hábitos de leitura e escrita de forma natural e espontânea, despertar as crianças para a arte e a importância da solidariedade. O livro alia a vertente pedagógica e artística à solidária uma vez que a venda do livro reverte integralmente em prol do apoio a crianças e famílias carenciadas!

 

Facebook da Associação AJUDARIS





quinta-feira, 30 de julho de 2020

Inscrições “Atelier de Desenho e Pintura” 2020 | 2021

Estão abertas as inscrições para o ano lectivo 2020 | 2021


Para te inscreveres clicAqui



Informações | servico.educativo@estufa.pt ou 936 408 775

Artistas dos 6 aos 12 anos | Sábados e Quintas-feiras
Outubro 2020 a Junho 2021
Dinamização | Tânia Clímaco, ilustradora e designer de comunicação

na Associação ESTUFA - Plataforma Cultural

Programação 
Aqui




terça-feira, 23 de junho de 2020

Rubrica “Artistas da Casa”

Os Artistas da Casa | é uma rubrica da Fábrica das Histórias - Casa Jaime Umbelino.

“Viajar é um ato criativo que supõe a compreensão e a construção dos incontáveis mundos que giram à nossa volta.”

 

Hoje convido-vos a fazerem uma “Viagem”, boa viagem.



quinta-feira, 18 de junho de 2020

Gente pequenina que se revela GRANDE!

Faz hoje 2 anos que, sem nos querer fazer esperar mais, entrou-nos pela vida a dentro. Era pequenina, pequenina mas tem-se revelado grande!



quinta-feira, 4 de junho de 2020

Dona Coragem

Por estes dias a Dona Coragem é chamada vezes sem conta, precisamos tanto, tanto dela para enfrentar novos desafios.

Conhecem a Dona Coragem?

 “Dona Coragem” para o projeto @Crescer a Sentir (Programa de Educação Emocional)

Mais sobre o projeto Crescer a Sentir aqui


domingo, 24 de maio de 2020

Entrevista Conversas Informais

Hoje estive à conversa com a Patrícia Santos, mentora do projeto, no Instagram, “Conversas Informais”.
Uma conversa sobre o meu percurso profissional, uma conversa como as cerejas!

Muito obrigada Patrícia.

#conversasinformais


quinta-feira, 21 de maio de 2020

Ramo da Espiga

O nosso ramo da espiga já está pendurado atrás da porta. Que seja um ano de amor, vida, riqueza, paz, luz, força, resiliência e alegria.



terça-feira, 19 de maio de 2020

Conversas Informais

Domingo, dia 24 de maio às 18h, estarei à conversa no Instagram “Conversas Informais” com a Patrícia Santos mentora do projeto.

Contamos convosco para se inspirarem ;)

#conversasinformais


domingo, 17 de maio de 2020

100 Papas na Língua no jornal torriense Badaladas

Esta semana o jornal BADALADAS publicou uma entrevista, a esta ilustradora torriense, a propósito do livro “100 Papas na Língua” escrito pela Lurdes Breda e ilustrado por mim.

A entrevista muito bem conduzida pela jornalista Eunice Francisco conta como foi participar neste projeto, o que me inspirou, a cumplicidade com a Lurdes.
Uma entrevista 100 papas na língua!

Mais sobre o livro aqui

www.badaladas.pt

#jornalbadaladas #lurdesbreda #escolaportuguesamoçambique #institutocamõesmoçambique


sexta-feira, 15 de maio de 2020

Cucu das Emoções

O Cucu das Emoções é um passarito que nos ajuda a encontrar o nome daquilo que sentimos.

Conhecem o Cucu das Emoções?

 “Cucu das Emoções” para o projeto @Crescer a Sentir (Programa de Educação Emocional)

Mais sobre o projeto Crescer a Sentir aqui


quarta-feira, 13 de maio de 2020

100 Papas na Língua

“100 Papas na Língua” é o título do livro escrito pela Lurdes Breda e ilustrado por mim para comemorar o Dia Mundial da Língua Portuguesa que se celebrou, pela primeira vez, no dia 5 de maio de 2020.

 “100 Papas na Língua” é um livro com 100 contos. Cada conto tem, como título, uma expressão idiomática, como por exemplo: “Bicho de sete cabeças”, “Dor de cotovelo”, “Tirar o cavalinho da chuva”, “Enfiar o barrete”, ... e tantas outras expressões idiomáticas da nossa querida língua portuguesa.
Os contos muito bem escritos, com muita qualidade, pela Lurdes Breda caracterizam-se por serem cheios de humor, sátira, nonsense, de duplo sentido, regionalistas o que é uma constante em todos os contos, devido às situações improváveis, peculiares e caricatas das histórias, mas não só, os nomes das personagens que habitam os contos acompanham também, e muito bem, esse humor com nomes tão peculiares como: Dom Cornélio Procópio, Zé Concho Taberneiro, Belmira Papo-Seco, entre muitos outros, todos a botar faladura e sem papas na língua!

Eu ilustrei a capa e seis contos sem papas na... nos lápis, acompanhada com um sorriso largo. Aliás, um sorriso que me acompanha desde o primeiro instante que a Lurdes me deu o prazer gigante de ilustrar este livro.  

Estes contos constituem um importante legado coletivo na preservação das tradições e da nossa identidade cultural, como povo singular que somos na multiplicidade de línguas, linguagens e culturas que é afinal o mundo. Acredito que o livro “100 Papas na Língua” tornar-se-á um livro intemporal por constituir um importante legado coletivo na preservação da nossa identidade cultural, sobretudo ao nível da língua portuguesa e da sua riqueza. Assim o espero.  

O livro foi editado pela Escola Portuguesa de Moçambique – Centro de Ensino e Língua Portuguesa com o apoio do Instituto Camões – Centro Cultural de Maputo. Com prefácio do escritor Afonso Reis Cabral, “100 Papas na Língua” contou com a colaboração e apoio institucional, entre outros, da embaixadora de Portugal em Moçambique, Maria Amélia Paiva e do conselheiro cultural da mesma embaixada, João Pignatelli, Dina Trigo de Mira, diretora da Escola Portuguesa de Moçambique e Teresa Noronha, editora responsável na mesma instituição.

Um agradecimento muito especial à escritora Lurdes Breda pelo maravilhoso convite e pela parceria constante desde o primeiro instante e à Teresa Noronha pelo maravilhoso trabalho de equipa.


O livro já está à venda na maravilhosa livraria lisboeta SNOB, para Portugal e em breve estará à venda em Moçambique.

Facebook da Snob aqui







terça-feira, 12 de maio de 2020

"Personagens" Crescer a Sentir

No fim do ano passado fui convidada pelas psicólogas Carla Ferreira e Rita Pinheiro, pessoas que me são muito queridas, a ilustrar, a dar forma, corpo a personagens que representam emoções para o projeto de educação emocional Crescer a Sentir. O projeto Crescer a Sentir é um programa de alfabetização emocional de natureza preventiva que tem como desafio estimular a consciência e auto-regulação emocional na infância, destinado a crianças a partir dos 3 anos e a todos os cuidadores emocionais.
Quando a Rita e a Carla descreveram o desafio eu fiquei imediatamente apaixonada, mas quando comecei a ler a descrição das personagens, nesse momento, eu fiquei RENDIDA! As personagens foram criadas no decorrer das sessões do Crescer a Sentir, por crianças entre os 3 e os 5 anos, e transpostas para texto. Ao ler a descrição das personagens eu ri, eu chorei e principalmente emocionei-me com a descrição. As descrições eram tão poéticas, divertidas, interessantes que o meu processo criativo foi “fácil” ou melhor apetecia muito desenhá-las.
Assim nasceram a Dona Coragem, o Cucu das Emoções, o Bichinho Carpinteiro, o Ronhom nhom rom rom e o Furibundo.
As personagens nasceram no meu estirador e ali estiveram durante semanas, a ganhar forma e cor. No decorrer do processo de construção das personagens fui desenvolvendo uma amizade com as personagens que quando chegou a altura de as tirar e arrumar senti saudades!

Um beijo gigante e um agradecimento muito especial à Carla e à Rita por me confiarem este desafio que muito me deu prazer em participar.  

Contatos:
mail associacaosmu@gmail.com
facebook aqui
youtube aqui
instagram aqui






terça-feira, 5 de maio de 2020

Dia Mundial da Língua Portuguesa

Hoje, 5 de maio, comemora-se o Dia Mundial da Língua Portuguesa.

Para celebrar este dia foi editado o livro "100 Papas na Língua", com texto de Lurdes Breda e ilustrado por mim.
O vídeo que se segue apresenta este maravilhoso projeto com testemunhos da Embaixadora de Portugal em Maputo, Maria Amélia Paiva, a Diretora da Escola Portuguesa de Moçambique, Drª Dina Mira, a escritora Lurdes Breda, o meu testemunho e de dois alunos da Escola de Moçambique.



domingo, 3 de maio de 2020

Dia da Mãe

Os filhos fazem nascer as mães.

A primeira vez que me trataram por mãe foi tão forte, tão importante que por alguns segundos pensei em olhar para os lados para ter a certeza que era para mim. Senti um misto de vaidade e responsabilidade. Foi bonito de se sentir.



sexta-feira, 24 de abril de 2020

O essencial é tão visível aos olhos!

Hoje, a minha princesinha faz 12 anos.


Durante estes 12 anos tem sido uma viagem e tanto! Ensinou-nos a importância da rosa, a descobrir elefantes dentro de jibóias, a beleza de um campo de trigo, ... ensina-nos, tanto, todos os dias.
Às vezes, o essencial é tão visível aos olhos. 

Ela é a prova disso!



domingo, 19 de abril de 2020

Mandar à fava

Em tempos de pandemia quem ainda não mandou ninguém à fava que atire a primeira pedra!



terça-feira, 7 de abril de 2020

O corte da moda!

Hoje, a Laura foi ao “cabeleireiro”.

Um corte alternativo, escadeado, ondulado, super coiso e tal, com muito jeitinho e carinho do pai.

Em tempos de pandemia imagino a quantidade de cabeleireiro improvisados que deve existir por essas casas portuguesas. É um corte à portuguesa com certeza!



segunda-feira, 6 de abril de 2020

Aulas presenciais & aulas on-line

Quando começou esta pandemia foi necessário adaptarmo-nos substituindo as aulas presenciais por aulas on-line. Confesso que torci o nariz, muito! Não poder ver o trabalho que eles iam desenvolvendo, não poder mexer, rectificar... Contudo, alinhei.

Hoje compreendo a importância, para eles e para mim, de continuarmos a encontrar-nos, de continuarmos a rir, a trabalhar.
Tão bom, tão terapêutico, tão tudo de bom!

p.s. Estou tão ORGULHOSA deles. Gosto tanto deles, tanto... nem eu sabia o quanto!



terça-feira, 24 de março de 2020

sexta-feira, 13 de dezembro de 2019

"Este Natal quero ser a tua CASA" Palavras com Papel




Quando eu era pequena a minha mãe tinha uma mercearia e um café. Eu passava a maior parte do tempo nesse espaço e tenho uma coleção interminável de memórias doces desses tempos. Uma dessas memórias carinhosas é a minha mãe, no Natal, a pintar as montar da mercearia e do café. Eu adorava vê-la a pintar e mesmo sem nunca me ter dito fiquei sempre com a sensação que se podia criar em qualquer espaço, isso ficou-me na pele como uma certeza incontestável. Um “pequeno” pormenor que me marca até hoje.


Há pouco tempo tive o convite de duas amigas, da Neusa e da Cátia, para ilustrar a montra do espaço “Palavras com Papel”. Apesar de já ter ilustrado para montras esta foi a primeira vez que o fiz ilustrando diretamente, desenhando no local. Quando elas lançaram o desafio veio-me à memória a minha mãe e este desafio soube a colo, a abraço.

Quando pensei nas ilustrações que iriam morar na montra do espaço pensei num casamento entre as minhas ilustrações e o conceito do projeto “Palavras com Papel”. A frase que vos desafia é “Este Natal quero ser a tua CASA”.  Neste Natal desafiamos-vos a serem uma pessoa CASA, daquelas que protegem, aconchegam, aquecem o corpo, o coração, a alma. Daquelas pessoas CASA que desejam que outras pessoas morem dentro delas.

Que pessoa CASA és tu?







Palavras com Papel é um projeto da Neusa Silva com colaboração da Cátia Reixa. Um projeto extraordinário de produtos de design para eventos e para aconchegar o coração. Objetos especiais, para momentos únicos, de pessoas CASA para aconchegarem o coração de outras pessoas especiais.



Rua Teresa de Jesus Pereira, 20
2560-306 Torres Vedras, Portugal

geral@palavrascompapel.com
www.palavrascompapel.com

Muito obrigada Neusa Silva e Cátia Reixa pelo convite.

p.s. Vocês com este convite foram as minhas pessoas CASA. Obrigada por oferecerem-me aquele momento de colo e de viagem, porque "se nos encontrámos foi por amor"