quinta-feira, 21 de novembro de 2013

Caracol, caracol põe a imaginação ao sol

Hoje na minha aula de EPÁ! Educação pela Arte levei uma mala cheia de objectos, em fim de vida há também quem chame de lixo. Espalhei à frente dos meninos, que imediatamente ficaram ansiosas para explorar as suas formas, texturas, tamanhos. Um deles agarrou imediatamente num tubo de cola, enquanto os outros ainda exploravam e descobriam os objectos. (O tubo de cola é o objecto mais difícil para os meninos descontextualizarem da sua função inicial. Normalmente brincam ao faz de conta, fazem de conta que estão a colar alguma coisa.) Assim que ele agarrou no tubo de cola começou a enrolar a ponta do tubo. Enquanto o observava, pensei que não tinha percebido o exercício proposto. Pouco depois foi ter comigo, sorriu, e disse: - CARACOL.
Emocionada, respondi-lhe: - CARACOL! Maravilhoso Caracol!

De referir que este menino pertence ao grupo de alunos dos mais pequenos, dos 3 anos. Fez uma representação simples e eficaz. E conseguiu dissociar, instantaneamente, do objecto tubo de cola.    

Sem comentários:

Publicar um comentário